18 Comentários

  1. Karily kelly

    Oi Cris.
    Vendo esse post e todosos relatos já vou começar a busca a equoterapia para o meu filho e perguntar os médicos se indica! Já estou ansiosa para fazer! Beijos na Gabi

    Responder
  2. Estela

    Olá, adorei o post! A equoterapia fez minha filha andar! Ela tem uma síndrome rara, síndrome DOOR, ela é hipotônica e não tinha força nas perninhas para ficar em pé até 1 ano. Com 1 ano e 2 meses ela começou a equo, em Cuiabá. Com 3 sessões ela começou a engatinhar e com 3 meses de equo ela começou a andar! Foi uma alegria sem fim! Agora ela tem 3 anos e 3 meses e continua a fazer equo, porém no Rio de Janeiro, e pretendo não parar tão cedo! Ela ainda tem algumas dificuldades, tipo para pular, mas está melhorando a cada dia. Balote, natação e Fono fazem parte da vida dela também. Nossa princesa Sofia vence seus desafios e só nos traz alegrias!!! Desejo muita saúde para sua princesa linda! (Também sou de Joinville, mas já faz muito tempo que não moro aí, quase 20 anos.)

    Responder
  3. Flaviana

    Olá Cris!
    Minha filha Manuela de 1 ano e 1 mês também tem Síndrome de West, diagnosticada com 4 meses e meio de idade, não vejo a hora para que ela comece a fazer as sessões de equoterapia, porque segundo orientação ela ainda é bem novinha para a terapia. Li todo a sua história de vida com a Gabi e acredite é muito parecida com a minha. Ainda não tive tempo, mas quero lhe mandar um email contando a minha história também. Um abraço. Flaviana

    Responder

  4. Olá Cris,
    Que menina mais linda a Gabriela!
    Que bonita a tua busca pela recuperação dela, é contagiante esta tua força. Que Deus continue lhe abençoando e logo ela fique completamente recuperada.
    Meu filho também tem Síndrome de West, e com a graça de Deus conseguimos curá-lo agora em abril/13, desde então ele está se recuperando dia após dia. Temos que fazer muita estimulação e sempre falo para meu marido: “tudo o que plantarmos hoje para o Vini iremos colher amanhã”. Achei muito interessante esse post sobre a equoterapia, ainda não tive a oportunidade de conhecer essa terapia, mas quem sabe…
    Fiquem com Deus e dê um beijinho na Gabi por mim.

    PS. Também somos de Joinville.

    Vinicius e Vianeí

    Responder

    1. Que gostoso receber uma noticia dessa!!! Ele será exemplo para muita gente, pode acreditar!!! Queria muito conversar um pouco mais contigo sobre a equoterapia, ainda mais sendo vcs aqui de Joinville, que tal ir um dia assistir as aulas da Gabi? Estão super convidados! Um beijo enorme e um beijo para o campeão Vini!!

      Responder

  5. Ihhh ja vi tudo a tia Paty vai ter q se virar p perder o medo de cavalo e acompanhar a Gabizita numas aulinhas p fotografar e filmar tudo!! Cris, o q dizer dela?? Simplesmente incansavel!! Orgulho de vc e dad conquistas da nossa gatinha!! Bjs querida!!!

    Responder

    1. minha querida amiga…a Gabi é mais corajosa do que nós duas juntas…kkkk…mas vc vai gostar de assistir uma aulinha dela, vamos registrar tudo!!!! bjos

      Responder
  6. Patricia Ferreira Dantas Hata

    Cris….

    Estou encantada com a sua princesa, ela é muito linda!!!E esperta também, pois sabe o amor e dedicação que você tem por ela …rs
    Não vou perder nenhum relato seu….. adoro ficar lendo sobre o dia a dia de vocês…rs
    Que Deus continue abençoando todos nós!!!
    bjooo

    Responder

    1. Paty, muito bom ter vc por aqui…vamos ter muitas histórias lindas para contar das nossas GABILICAS sapecas!!! Um beijo grande e um beeeemmm apertado nesta mestiça loira linda!!!!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *